Saturday, August 30, 2008

Morrendo de sono e de pregiça de ir para cama, amanhã [domingo] estarei pegando minha carinha e coragem e indo para curitiba encarar um dia lindo e feliz com amigas, música, bandas, e diversão... e tem coisa melhor que isso? Se alguém achar me conta que eu ainda não achei, haha. Esperei tanto esse final de semana, tanto... saudades dos rancores queridos que foram super xuxuzinhos quando me conheceram, são pessoas como essas que eu gosto de manter no meu circulo de amizades, sempre super educados e engraçados, o teco é a simpatia e atenção em pessoa, fato, estou sempre comentando no fotolog deles e ele quase sempre me responde, o que é muito bom, porque eu não gosto de comentar no fotolog dos outros e não ter uma resposta, parece que a pessoa nem leu nem nada, enfim... eles eu sei que lêem, e quando dá respondem.
Eu tava pensando aqui, como o tempo anda voando este ano, nem parece que faz um ano e meio que eu moro sozinha, aconteceu tanta coisa nesse meio tempo, tanta coisa mudou, tanta gente entrou e saiu da minha vida, tanta gente se revelou, fui muito feliz.... mas também chorei muito, sofri e ainda sofro, é amadurecer se mostra cada vez mais dolorido e complicado para mim, de vez em quando eu me pergunto se eu sabia que ia ser tão dificil, quando eu era criança e vivia dizendo que não queria crescer, ao contrário de muita gente por ae eu não queria crescer, eu queria ser criança para sempre, sem preocupações, sem peso, sem choro, sem remorso, sem tanta coisa que eu tenho hoje... sempre me disseram que eu era precoçe e hoje parece que a cada vez que olho para trás eu entendo o porque, eu sempre soube ver as coisas como elas eram, desde minha infância, eu olhava e sabia olhar para aquilo como uma realidade, não como uma mero acaso, ou um conto de fadas bonitinho, eu sabia que nem tudo eram flores, mas que enquanto criança eu estaria protegida, pelo menos por algum bom tempo. Infelizmente[ou felizmente] o tempo passa e a gente aprende que as coisas são mais cruéis do que imaginamos que elas são, mas cabe a cada um de nós saber ver o lado bom das situações, não importa o quanto aquilo nos parece ruim e impossivel de resolver, tudo tem um lado bom, cabe a você saber enxergar, pena que nem todas as pessoas foram presenteadas com esse dom de saber aproveitar todos os momentos da vida, tanto os bons quanto os ruins, algumas pessoas preferem somente fechar os olhos e acreditar que é apenas uma má fase e que vai passar, mas esquece que se ela não abrir os olhos e encarar aquilo de frente aquela má fase vai voltar e enquanto você não bater de frente com ela você será obrigado a se deparar com isto, por isso que tem gente que passa a vida inteira reclamando de pequenas coisas.
Toda vez que me aconteçe alguma coisa ruim eu paro, fico sozinha... medito e fico pensando o que aquilo realmente trouxe para mim, não as coisas ruins, o que veio junto com aquilo, de aprendizado, sabe faz bem fazer isso, até as piores situações conseguem tirar um sorrisso de mim, sabe porque? Porque eu aprendo com os meus erros, e fico feliz por isso, pelas vezes que fui enganada, pelas noites em clara chorando, pelos socos e tapas que a vida me deu, pela dor que veio não sei daonde, pelo abandono de mim mesma, por cada dia perdida, por tudo tudo tudo que veio, e ainda está por vir. E que minha vida se transforme a cada sopro de vida que passa, a cada risada, e cada lágrima que cai, a cada abraço recebido e cada eu te amo ouvido, faz-me muito bem escrever disso... se vissem o sorrisso que aqui está formado na minha face entenderiam o que eu quero dizer. Sem mais.
;)

1 comment:

twohopes said...

Ah gostei do que comentou :)(:
Mas sei lá, não consigo pensar que o mundo gira ao meu redor rsrs
Penso muito em todo mundo acho!

Bom final de semana.
nada melhor que curitiba nesse friozinho!

Bjaao!